terça-feira, junho 19, 2007

Quem quer ter o 12º ano?

"Nenhum país pode competir na primeira linha da economia global se apenas tiver 30 por cento" da população com o 12º ano, José Socrates dixit.

"O primeiro-ministro, José Sócrates, anunciou hoje em Torres Novas um reforço substancial de cursos profissionalizantes para o ensino básico e secundário, numa aposta que visa combater o insucesso e abandono escolar".

In: Público


O mais importante é que o país tenha a maioria da população activa (?) com o 12º ano. Como?! não interessa!

São os rankings.

2 comentários:

Esteva disse...

mas é q não interessa mesmo. hoje numa turma, com o meu voto contra, passaram, do 7º para o 8º, dois alunos com 8 negas, um com sei e dois com cinco. Alunos que acumulam os maus resulatdos com o mau comportamento. mas o q interessa é fingir sucesso...

Marx disse...

Este tema faz lembrar a observação feita, no post Verão Quente, por um secretário de Estado da Educação da altura. Que perante a natural lentidão dos efeitos das campanhas de alfabetização dizia que só melhoraríamos os rácios do País em cinquenta anos. Tempo necessário para morrerem os analfabetos da época. A começar por ele, certamente...